Abre Governança E Gestão

CONFIANÇA E INTEGRIDADE

<102-17, 102-18, 102-20, 102-22, 102-23, 102-26, 102-28>

Com fortes indicadores e controles internos relacionados à transparência, ética e práticas anticorrupção, a Toyota do Brasil mantém um modelo de governança alinhado à matriz japonesa e à região da América Latina e Caribe. Esse modelo, que desde 2015 possui uma liderança designada para a região, busca reforçar a sinergia entre as subsidiárias.

No Brasil, a estrutura de governança é formada pelo Board of Directors (BOD) e pelo Directors Meeting, ligados diretamente ao presidente da TDB, Rafael Chang, e ao CEO para a Toyota na América Latina e no Caribe, Masahiro Inoue. Composto por um chairman, pelo presidente e por vice-presidências específicas, ao Board of Directors cabe analisar os resultados e definir estratégias para o mercado brasileiro durante suas reuniões mensais. Mesmo sendo responsável direto pelas decisões tomadas no Brasil, o BOD deve comunicar ou aprovar formalmente com a matriz medidas consideradas mais sensíveis ou estratégicas.

Já o Directors Meeting é formado por vice-presidentes e diretores, tendo como responsabilidade atuar na gestão de projetos com foco nos objetivos estratégicos da companhia no país. Existem ainda grupos de trabalho temáticos que apoiam a liderança na tomada de decisões, todas elas guiadas pelo Código de Ética e pelo Authorization Policy, um documento que estabelece as principais diretrizes de atuação para os executivos da companhia.

Abre Governança E Gestão
Abre Governança E Gestão

Estrutura de governança

Por ser uma subsidiária de capital fechado, 100% controlada pela Toyota Motor Company (TMC), no Brasil a empresa não possui membros independentes ou não executivos em sua estrutura de governança, seguindo os critérios determinados pela matriz em relação aos requisitos relacionados à presença da empresa nas bolsas de Nova York (Estados Unidos), Londres (Reino Unido), Nagoya, Tóquio, Osaka, Fukuoka e Sapporo (Japão). <102-5>