Abre Sumário

Rota 2030

O Programa Rota 2030 também traz diversas oportunidades de inovação para o setor. Sancionada pelo governo em dezembro de 2018, a política de médio a longo prazo estabelece incentivos fiscais para fabricantes que investirem até R$ 5 bilhões na área de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) por ano, melhorando a eficiência energética de seus veículos em 11% até 2022. Entre esses incentivos, está a redução de até três pontos percentuais do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para carros híbridos com tecnologia que permita o uso do etanol.

Além dos diversos investimentos para a modernização das unidades produtivas, o trabalho de melhoria contínua da Toyota na eficiência dos motores e o investimento na tecnologia híbrida, a empresa também busca ampliar seu espectro no programa focando em oportunidades de melhoria dentro da sua cadeia de fornecedores, com uma maior exigência de certificados (como a ISO 14000), a verificação mais próxima para evitar o uso de substâncias prejudiciais à saúde e ao meio ambiente, entre outros padrões que são essenciais ao relacionamento da empresa com esse stakeholder (saiba mais no capítulo Públicos de Relacionamento).